Blogger Summer Challenge | Os filmes que mais te marcaram

Esta vai ser a minha segunda participação Blogger Summer Challenge, criado pela Olívia M. e pelo Jota.

O tema de hoje é... Cinema!
Há filmes no nos marcam, tanto com a história que contam, cenas, banda sonora como com os personagens. Esses são os melhores. São aqueles que nos pertencem, que fazem parte da nossa vida. Existem alguns que me marcaram, normalmente são baseados em histórias verídicas.

 Para responder ao desafio de hoje, deixo-vos os cinco filmes que mais me marcaram:


O Menino do Pijama às Riscas (The Boy in the Striped Pyjamas)

Sinopse: Um rapaz de 8 anos, Bruno, é o protegido filho de um agente nazi cuja promoção leva a família a sair da sua confortável casa em Berlim para uma despovoada região onde Bruno não encontra nada para fazer nem ninguém com quem brincar. Esmagado pelo aborrecimento e traído pela curiosidade, Bruno ignora os constantes avisos da mãe para não explorar o jardim, por detrás da casa, e dirige-se à quinta que viu ali perto. Nesse local, Bruno conhece Shmuel, um rapaz da sua idade que vive numa realidade paralela, do outro lado da vedação de arame farpado. O encontro de Bruno com este rapaz de pijama às riscas vai arrancá-lo da sua inocência e resultar no despontar da sua consciência sobre o mundo adulto que o rodeia. Os repetidos e secretos encontros com Shmuel desaguam numa amizade com consequências inesperadas e devastadoras. (daqui)

Resumindo a minha opinião sobre este filme:
  Mostra que a amizade não tem fronteiras nem conhece raças;
  O final é  mais marcante, porque o próprio nazi (o pai do Bruno) acaba por sentir as consequências, a injustiça e crueldade, o regime que defende.


Flor do Deserto (Desert Flower)

Sinopse: Relata a história verídica da super-modelo Waris Dirie. Nascida na Somália em 1965, no seio de uma tipo de pastores nómadas foi, aos 13 anos de idade, vendida pela família para casar com um homem de 60. Nessa mesma altura foge e, percorrendo sozinha o deserto somali durante vários dias, chega a Mogadíscio onde uns parentes a acolhem e a enviam para Londres. Já em Inglaterra, foi empregada de mesa até ao dia em que foi descoberta pelo fotógrafo Terry Donaldson. A partir daí, a vida de Waris mudaria radicalmente, sendo transformada numa modelo internacional. E foi no auge da sua carreira que, ao revelar ao mundo que fora vítima de excisão feminina aos cinco anos, inicia uma luta contra esta tradição, tornando-se embaixadora da ONU. (daqui)

O que dizer sobre este filme?


A Teoria de Tudo (The Theory of Everything)

Já tinha falado desde filme por causa da nomeação nos Oscars (aqui).

Sinopse: Em 1963, enquanto estudante de cosmologia na conceituada Universidade de Cambridge, no Reino Unido, Stephen consegue grandes avanços e está determinado a encontrar uma "simples, eloquente explicação" para o Universo. O seu mundo expande-se quando se apaixona por Jane Wilde, uma estudante de artes, também em Cambridge. Mas, aos 21 anos, este jovem saudável e ativo recebe um diagnóstico que vai abalar a sua vida: a degeneração dos neuróticos motores vai atacar os seus membros e as suas capacidades, deixando-o com limitações de fala e movimento e terminando com a sua vida em dois anos.


A Vida é Bela (La Vita è Bella)

Sinopse: Durante a Segunda Guerra Mundial na Itália, o judeu Guido e o seu filho Giosué são levados para um campo de concentração nazi. Afastado da mulher, ele tem que usar a imaginação para fazer o menino acreditar que estão a participar numa grande brincadeira, com o intuito de protegê-lo do terror e da violência que os rodeia. (daqui)

Outro filme que remete à mesma época que o primeiro desta lista: à 2ª Guerra Mundial, que mostra a força de um pai em manter a infância do seu filho, mesmo rodeados por todos os horrores nazis.


Mar Adentro

Sinopse: Ramón é um tetraplégico que está preso a uma cama há 30 anos. A sua única janela para o mundo é a do seu quarto, perto do mar em que tanto viajou mas também onde teve o acidente que lhe roubou a juventude e a vida. Desde então que Ramón luta pelo direito a pôr termo à vida dignamente, pelo direito à eutanásia. A chegada de duas mulheres vai alterar a sua existência: Julia é uma advogada que está disposta a apoiar a sua luta a favor da eutanásia, Rosa é uma vizinha que não desiste enquanto não o convencer que viver vale a pena. A personalidade de Ramón acaba por cativar as duas mulheres, que são obrigadas a questionar, como nunca até então, os princípios que regem as suas vidas. Ramón sabe que é a pessoa que o ama verdadeiramente que o ajudará a realizar a sua última viagem. (daqui)

Lembro-me da primeira vez que vi este filme, foi numa aula de espanhol no Secundário. Vi a segunda vez há uns meses e a sensação foi a mesma. Todo o filme gira em torno do direito em pôr fim à vida voluntariamente, o que por si só é um tema bastante complexo.


Houve algum filme que vos tivesse marcado?

5 comentários:

  1. O Mar Adentro marca qualquer pessoa... Nao consigo ver esse filme sem chorar durante o filme todo :)

    The eyes of a Mermaid | Facebook Page | Youtube channel

    ResponderEliminar
  2. Não consigo pensar no final do "The Boy in the Striped Pyjamas" sem ficar angustiado. Também vi o "Mar Adentro" numa aula de espanhol no Secundário e concordo, absolutamente marcante :)

    Ricardo, The Ghostly Walker.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quanto ao "The Boy in the Striped Pyjamas", tem um final bem triste, mas é também uma lição para o pai do Bruno.

      Eliminar
  3. Eu li o Rapaz do Pijama às Riscas e lembro-me de, pouco tempo depois, ver o filme numa aula e chorar um pequeno rio! E a Teoria de Tudo também me deixou a pensar muito na vida!

    http://myown-anatomy.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  4. o primeiro e o segundo, realmente inesquecíveis

    ResponderEliminar