Cinema | The Danish Girl


Dinamarca, 1920. A história centra-se num casal de reconhecidos pintores, Einar e a sua mulher Gerda, para quem Einar começa a posar para os seus retratos femininos, após cancelamento do encontro com a modelo contratada por Gerda. O que parecia ser um momento inofensivo, o seu marido usando roupas femininas, com o passar do tempo, resultou no aparecimento de Lili e no desejo de ser mulher.


Esta transformação leva-o a viver uma vida dupla - Einar e Lili -, até que decide submeter-se a uma cirurgia experimental para mudar de sexo, tornando-se na primeira pessoa a realizar tal operação. Ao longo de dois anos, Lili foi submetida a várias cirurgias, entre as décadas de 1920 e 1930.


Quanto ao Eddie Redmayne, em The Danish Girl, a sua prestação foi inquestionável, mesmo quando se tratou da interpretação de Lili. Já Alicia Vikander foi uma surpresa para mim, uma surpresa bastante positiva.
De um tema ainda com tantos tabus para a sociedade, como a mudança de sexo e o facto de certas pessoas se sentirem de um género oposto àquele representado pelo corpo que têm, achei que a história poderia ter sido mais explorada nesse sentido, mas o que não deixa de ser um bom filme.

E vocês, já viram? O que acharam?

1 comentário:

  1. Adorei o filme! Não tinha grandes expectativas mas surpreendeu-me pela positiva :)

    ResponderEliminar