E o Mestado?



Licenciatura completa, cédula profissional na mão, até tenho um trabalhinho de iniciante mal remunerado e a pergunta que me fazem vezes sem conta é quando vou fazer o Mestrado ou até mesmo o Doutoramento. O problema é que não vejo lógica nenhuma em completar o ciclo seguinte sem ter alguma experiência na área.

Hoje em dia as pessoas olham para os Mestrados como há anos atrás se olhava para as Licenciaturas. Como uma segurança, como que através da obtenção de um tivéssemos um bom emprego garantido, mas a meu ver o ciclo seguinte não deve ser encarado dessa forma. De que me vale tirar esse tal mestrado se não conheço a realidade do mercado de trabalho na área que escolhi? Esta minha opinião serve tanto para este caso como para quando terminamos o Secundário. Como podemos apostar em mais uma etapa de estudos se desconhecemos o que a nossa escolha implica? É como um tiro no escuro.

Mestrado poderá estar nos meus planos futuros, aliás, não me imagino a não poder voltar a estudar para o resto da vida, mas para mim terá que ser uma experiência para ter na altura certa e acima de tudo ser uma concretização, para tal, terei que ter a certeza da área em que quero vingar.

2 comentários:

  1. Não poderia estar mais de acordo, há hoje em dia uma generalização algo absurda nos mestrados ;)

    Beijinho

    Lina Soares
    https://trintaporumalinhanoticias.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  2. Tão verdade. Estou exatamente na mesma situação e tenho sempre gente que pergunta pelo mestrado. Parece que ficou tão generalizado que as pessoas já acham estranho quem não tem.

    Gostei muito do texto e do blog, parabéns! :)

    Beijinho
    https://meandhiminaperfectdream.wordpress.com

    ResponderEliminar