Cinema | Arrival


Arrival, cheguei a ponderar falar-vos aqui deste filme ou não. Embora esteja nomeado para a categoria de Melhor Filme dos Oscars, é difícil para mim construir uma opinião, primeiro porque é de ficção científica e eu não sou grande adepta deste tipo de filme, segundo porque o achei tão confuso que ainda não sou capaz de dizer se gostei do filme ou não.


A história passa-se nos dias de hoje, quando extraterrestres descem à Terra em diversas naves. Doze naves, no total, espalhadas por diversos pontos do planeta. Sem que ninguém saiba quais as intenções destes visitantes, o governo norte-americano pede ajuda à Dra. Louise Banks, uma especialista em linguística, e o físico teórico Ian Donnelly, para ajudarem na comunicação com os ET's.


Durante grande parte do filme, há uma relação confusa entre viagens no tempo, visões, uma perda na vida de Louise e com a ameaça que são os extraterrestres. Ela mesma estabelece uma relação com os aliens confusa e, após várias tentativas de ensinar estes seres a comunicar connosco, Luois consegue ela própria começar a entende-los.


Será assim durante todo o filme, para trás e para a frente no tempo. Apenas entendemos o rumo da história no final.

Apesar de haver críticas muito boas à cerca desta produção cinematográfica, eu não sei se gostei. Talvez não tenha capacidade para apreciar ficção científica...

Sem comentários:

Enviar um comentário