Cinema | Dunkirk


Quando vos falei do filme "Darkest Hour", sobre o tempo de Winston Churchill como Primeiro-Ministro britânico no início dos anos 40, também vos disse que para quem já viu "Dunkirk" tornavam-se dois filmes difíceis de separar, uma vez que ambos os argumentos têm acontecimentos históricos em comum: a crise de Dunkirk, e que deu o nome ao filme, e a Operação Dínamo.

Então resumindo: em maio de 1940, início da Segunda Guerra Mundial, soldados aliados, maioritariamente franceses e britânicos, ficaram cercados pelas forças alemãs nas praias de Dunquerque, no norte de França. Foi então que Winston Churchill pôs em prática a Operação Dínamo, cujo objetivo principal era resgatar 45 mil homens da Força Expedicionária Britânica, no entanto, em apenas uma semana foram evacuados cerca de 400 mil homens de várias nacionalidades, graças aos cidadãos civis do Reino Unido que utilizaram as suas embarcações para atravessar o Canal da Mancha e transportar os militares até Dover.

Durante o filme pouco ficamos a conhecer a vida por personagens e acho que isso é que faz "Dunkirk" diferente de todos os outros filmes que já foram feitos sobre este tema. Não destaca uma personagem especifica, nem se sabe quem foram ou quem serão no futuro, apenas se foca no acontecimento em si. E, para isso vemos a mesma história em três perspetivas diferentes: em terra, uma semana; no mar, um dia; e no ar, uma hora. Em terra, temos o Comandante Bolton a controlar os navios que chegavam a fim de evacuar os soldados, mas também a espera dos militares que ficavam para trás; no mar, o barco do Mr. Dawson, um dos civis que foi recrutado para a Operação Dínamo acompanhado pelo seu filho Peter e o amigo George; no ar, os pilotos Farrier e Collins, que fazem frente aos aviões alemães.

Apesar de na minha opinião ser um filme que tinha muita coisa para dar certo, não gostei assim tanto. Ficou assim para o morno. Não fiquei com a sensação de estar dentro da guerra, como acho que era um dos objetivos, nem senti na pele o desespero por sobreviver e voltar a casa vivo.


4 comentários:

  1. Já vi e gostei, mas tenho uma opinião muito semelhante à tua, poderia estar melhor de facto!
    Beijinho, Ana Rita*
    BLOG: https://hannamargherita.blogspot.com/ || INSTAGRAM: @rititipi || FACEBOOK: https://www.facebook.com/margheritablog/

    ResponderEliminar
  2. Tenho em lista de espera para ver :)
    Sigo*

    ResponderEliminar
  3. Este comentário foi removido por um gestor do blogue.

    ResponderEliminar